← Voltar

Programas em Modo Texto (on Shell)

Autor: Jefferson 'Slackjeff' Rocha
Atualização: 21/08/2017

INÍCIO

O por que de ter uma experiência no Shell puro? Isso é masoquismo e é verdade, nossos antepassados viviam assim e muito bem, rendiam mais. Para quem gosta de ler texto ou escrever, nada melhor que usar o Shell e com algum editor como Nano, Vim, Vi para focar somente no texto, ou escrever.

Você sabia que o grande George R. R. Martin usa o DOS puro, para escrever livros? É inacreditável isto, com toda tecnologia ele usa um computador de 1980. Tudo que ele fala é totalmente construtivo e vale pensar:

"Uso um computador de 1980, sem internet, assim não tenho problemas com vírus e foco somente na escrita". Sem mais prolongar, vamos começar a nossa lista. Não vou ir muito a fundo sobre os mesmos, será somente um por categoria, os que mais gostos.

EDITOR DE TEXTO: NANO

Claro, texto por texto é tudo igual, você está no Shell e só vai ver textos, porém, um editor que facilita um pouco nossas vidas é bem vindo. Por isso, o Nano com suas teclas fáceis é o melhor.

CLIENTE E-MAIL: MUTT

Existe uma grande variedade nesta categoria e eu tenho um preferido simples e fácil, é o cãozinho feliz, ele se chama Mutt.

Ele já vem instalado em várias distribuições e está na ativa desde 1995. No começo, achei um pouco complicado de configurar, mas depois que se tem o "muttrc" configurado, só vai. Eu estou disponibilizando aqui meu "muttrc" todo certo, baixe, adicione as suas configurações e adicione em "~/.muttrc".

BROWSER: W3M

É a primeira vez que gosto realmente de um navegador modo texto. Links e Lynx tem seus bugs, os quais odeio, uma é a falta de praticidade de usar. Parece que o teclado não te obedece. É por isso que lhes apresento o W3M, lançado também em 1995. Para usar é fácil, h para navegar, q para sair, e direcional para navegar entre as páginas.

GERENCIADOR DE ARQUIVOS: MC

Se você procura praticidade em gerenciar suas pastas e arquivos, recomendo o MC. Caso, por alguma eventualidade da vida, você venha usar o terminal, você pode também usar o mouse, o que deixa tudo mais fácil, sem falar que ele é extremamente leve, assim como todos os outros programas acima mencionados.
Ocupar alguns Kbytes na RAM, é para poucos.

PLAYER DE MÚSICA: CMUS

Carinha, depois de algum tempo para me acostumar, eu resolvi cair de cabeça no cmus, uma que se você por lado a lado do Audacious (um player gráfico), mostra que um player em texto puro também é muito completo e funcional.

Para navegar entre as pastas, utilize as teclas (1,2,3,4,5,6,7). Leia também o manual e o modo de uso. Vale o teste? Não! Vale a troca total!

SCREENSHOT: FBCAT

Você está falando sério, Jefferson? Screenshot no Shell?

Pois é, existe sim. Porém, você precisa converter o arquivo que originalmente será gerado como ".ppm". Ok, então como funciona? Simplesmente, você irá utilizar como no exemplo abaixo:

$ fbcat > nomedaimagem.ppm 

O arquivo será gerado na pasta onde você se encontra, no caso se estarmos na Área de trabalho, o arquivo será gerado lá. A próxima etapa é converter o arquivo em ".jpg" ou ".png", para isso, você vai precisar de outro arquivo que normalmente não vem disponibilizado nas distribuições, mas que está no repositório.

Baixe o amigo Imagemagick e agora siga o passo a passo para converter.

$ convert nomedaimagem.ppm nomedaimage.jpg

Só isso? Sim... Fácil, não é? Agora você pode tirar screenschots no Shell sem se preocupar.

LER PDF: XPDF-UTILS / PDSHELL

Você pode ler seus importantes PDFs também, olha que bacana, eu que trabalho com servidores gosto muito, principalmente quando preciso passar um tempo. Você precisa baixar o xpdf-utils e dar permissão para um script que eu criei que se chama pdshell, não se preocupe que é fácil.

Primeiramente, instale o xpdf-utils, logo após baixe o script: pdshell
Após baixar, copie para /usr/bin e dê a permissão:

# chmod +x /usr/bin/pdshell

Feito isto, é só encontrar onde está o PDF, em meu caso vai estar em Downloads:

$ pdshell /home/slackjeff/desktop/programando-em-shell.pdf

Ou, simplesmente, se está na pasta é só rodar:

$ pdshell programando-em-shell.pdf

IRQ: IRSSI

IRQ foi o melhor bate papo dos anos 90~2000. Para quem tá chegando agora, vale a pena conhecer. E para rodar nosso incrível IRQ em modo texto, temos o Irssi que é muito completo e fácil de usar.

Existem vários, porém, como dito no inicio deste artigo, eu estou considerando os melhores para mim e os que mais uso/usei. Basicamente, os comandos começam com a / (barra) na frente, exemplo para entrar em um servidor:

/connect servidor

Exemplo xulento Para entrar no canal do Slackware:

/connect irc.freenode.org
/j ##slackware

GERENCIADOR DE JANELA: DVTM

O melhor por último, e o fim da maratona. Não tem gerenciador de janela em Shell? Tem certeza? Apresento-lhes o DVTM, com ele você pode abrir várias divisões, funciona no estilo Tilling. Normalmente, está em todos repositórios das distribuições, baixe e teste. Eu adoro usar ele, melhor que rodar uma aplicação por vez, ou usar o TTY para ir fazendo outras coisas.

Comandos básicos:
Ctrl + G & C → para abrir uma nova divisão.
Ctrl + D → para fechar a divisão.

CONCLUSÃO Se você quer ter uma experiência nova, se arrisque. Faça uma experiência com você mesmo, você vai estar bem servido de programas.

Lembrando que aqui fiz um simples listas, tudo que você faz com um ambiente gráfico upado, você faz por trás dos panos também.

Bom, e porque eu faria uma experiencia desta? Se você é novato "principalmente" e deseja um dia trabalhar com servidores, vá se acostumando. E por que não da melhor maneira possível?