Descartando Séries no Slackware não tão Necessárias

Jefferson 'Slackjeff' Carneiro
22/10/2020


INTRODUÇÃO

SÉRIES

Para começar, você precisa entender as séries do Slackware para ter uma visão mais ampla, não adianta eu mostrar a coisa resumida e você não entender o que está acontecendo. As séries do Slackware, nada mais são que uma estrutura aonde ficam os pacotes! Por exemplo, a base do sistema fica na estrutura A, aplicativos de modo gráfico na estrutura XAP, bibliotecas em L e por ai vai.

Diferentemente de muitas distribuições, a distribuição é instalada por pacotes e não copiada/jogada para a sua partição! Por isso temos um controle total do que pode ser instalado. Vamos desmembrar a série do Slackware e entender melhor.

[ A ] - Base do Sistema

Contém a BASE do sistema, como estrutura de diretórios, ferramentas necessárias básicas para o sistema funcionar corretamente como: pkgtools, Kernel Linux, bin, bash, grep, sed, shadow e dialog estão presentes nesta série. Está série é necessária.

[ AP ] - Aplicativos que NÃO necessitam do X para ser executados

Nesta série está presente utilitários como: nano, Vim, slackpkg, mutt, bc, sudo, lzip. Ou seja, se você é habituado a usar o linha de comando, está série contém tudo que você precisa para se divertir. Adoro essa categoria.

[ D ] - Programa de desenvolvimento

No Slackware sabemos que muita coisa, precisamos "sujar as mão" com compilação! Está série é ideal para isso, pois possui um conjunto de compiladores, linguagens de programação e utilitários para desenvolvedores. etc. Autoconf, automake, make, cmake, gcc, git, python, ruby, perl e yasm estão presentes aqui.

[ E ] - Emacs

Sem muito o que comentar, o Emacs é um editor poderoso de texto.

[ F ] - Documentação, HOWTO

Documentações em geral sobre o Linux, estão presentes aqui que serão instaladas em /usr/doc/Linux-FAQs/.

[ K ] - Fonte do Kernel Linux

Aqui está a fonte do Kernel Linux. Se você, por exemplo, pensa em utilizar o Virtualbox em seu sistema ou até mesmo recompilar o kernel, é interessante manter essa categoria.

[ KDE ] - Ambiente gráfico KDE

Se você curte o KDE, ele está todo aqui, utilitários, bibliotecas etc...

[ KDEI ] - Suporte a Linguagens de internacionalização

Suporte a Linguagens de internacionalização para o ambiente KDE.

[ L ] - Bibliotecas do sistema

Aqui está presente as bibliotecas/libs necessárias para fazer a grande parte do sistema subir corretamente. É uma série gigante, ou seja, se uma lib daqui for removida e X, Y, Z software depende do mesmo, vai precisar por os dedinhos pra trabalhar, ldd vai ser seu amigo.

[ N ] - Rede

Clientes e servidores, como dhcpd, httpd, IProute, Bind, NetworkManager, irssi, IPutils, Links, Lynx, Netkit, Nmap, Samba, Sendmail, wireless-tools, wpa_supplicant, whois, etc, estão presentes aqui; então para se conectar na internet, esta série é importante.

[ T ] - TEX Linguagem de formatação de texto

TEX é uma linguagem de formatação de texto, uma alternativa conhecida para digitar fórmulas matemáticas complexas, apontada como um dos sistemas de tipografia mais sofisticados do mundo.

[ TCL ] - Linguagem de programação

Nesta série possui a linguagem de programação TCL, juntamente com o TK para fazer programas com interface.

[ X ] - Xorg e relacionados

Se você deseja ter uma interface gráfica, esta série é necessária.

[ XAP ] - Aplicativos gráficos

Aqui você encontra aplicativos gráficos que não sejam do KDE, como Gimp, MPlayer, Audacious, XMMS, Geeqie, gftp, Hexchat, Mozilla Firefox, xPDF etc.

[ XFCE ] - Ambiente gráfico XFCE e programas

Todo ambiente gráfico XFCE está presente aqui, se você curti um ambiente leve e personalizável, é para você.

[ Y ] - Jogos em modo texto

Esta série contém joguinhos que rodam via CLI, ou em modo texto.

O QUE EU POSSO RETIRAR?

Bom, agora que você conhece um pouco das séries do Slackware, você já tem uma noção básica de quais séries deixar! Vale lembrar que quando você retira uma série em uma instalação full, as mesmas não serão instaladas e se você usar o Modo Expert, por exemplo, para retirar mais profundamente os pacotes, os mesmo não irão aparecer.

Bom, eu sempre uso a mesma base e uso o Modo Expert para retirar algumas coisas que não vejo importância em deixar. Vale lembrar: tomar cuidado e saber o que está fazendo para não deixar libs soltas no sistema, por exemplo. E também, se algum programa presente no SlackBuilds depender do X e não esta instalado, você vai precisar inserir.

Lista:
A (Retiro: elilo, ed, tcsh, efibootmgr, grub, ncompress)
AP (Retiro: ash, jed, joe, jove, ksh93, most, zsh, sc, vim, sudo)
D
K
L (Retiro: seamonkey-solibs)
N (Retiro: bluez, bluez-firmware, epic5, samba)
X

Minha lista é está! Se você deseja um ambiente gráfico, como XFCE ou KDE, é só incluir a Série e tudo estará bem. Outra coisa, eu também costumo retirar a série XAP, como sabemos é ele que inclui aplicativos gráficos, como vem muita coisa que não uso, instalo depois com o slackpkg o que preciso e já era.

Lembre-se, o Slackware não serve para ser uma distribuição minima! O que fizemos é apenas reduzir algumas coisas que não achamos necessárias. O Patrick, inseriu ao longo dos anos vários programas e alternativas, são vários editores de texto, vários clientes IRC, vários browsers CLI, não para atender um número maior de pessoas e claro, o usuário decidir o que usar e retirar.